Liderança de Bruno Reis em pesquisa é bem recebida na cúpula do DEM

0
166

A pesquisa Real Time Big Data que aponta a liderança isolada de Bruno Reis na corrida eleitoral em Salvador foi bem recebida pela cúpula do DEM. O levantamento divulgado pela RecordTV Itapoan mostra um crescimento progressivo do postulante e, por outro lado, uma leve desidratação do segundo colocado Pastor Sargento Isidório (Avante) – além da estagnação da Major Denice Santiago (PT), lançada pelo governador Rui Costa (PT). O líder evangélico no momento é a maior ameaça para o grupo, uma vez que pode ainda pode ir para um segundo turno com o carlista. Segundo o BNews apurou nos bastidores, o levantamento também agradou o prefeito ACM Neto (DEM).

O presidente municipal do DEM, Duda Sanches, avaliou que as pessoas já reconhecem Bruno como o sucessor de Neto. “A pesquisa consolida o que nós estamos sentindo nas ruas. As pessoas reconhecem a força do trabalho de ACM Neto ao longo destes oito anos. Ele conseguiu realizar por conta de uma equipe capacitada por trás. E liderando essa equipe, estava o nosso vice-prefeito Bruno Reis”, declarou, para a reportagem.

No levantamento estimulado, ou seja, quando os nomes são apresentados ao entrevistado, no primeiro cenário, Reis aparece com 33%, Isidório com 12%, Lídice da Mata (PSB) com 10%, Olívia Santana (PCdoB) com 6%, Major Denice com 5%, Cezar Leite (PRTB) com 4%, Bacelar (PODE) e Hilton Coelho (PSOL) com 1% cada e Celsinho Cotrim (PROS) não pontua. Brancos e nulos somam 18% e não opinaram 10%.

Em um segundo cenário sem Lídice da Mata, sem Bacelar e sem Celsinho Cotrim, Reis continua na liderança com 34% seguido de Pastor Sargento Isidório com 13%; Olívia Santana com 7%, Major Denice com 6%, Cezar Leite com 4% e Hilton Coelho com 2%. Brancos e Nulos somam 20%. Não souberam ou não opinaram 14%.

Na pesquisa espontânea, quando os nomes não são postos, Bruno Reis aparece com 9%, ACM Neto com 6%, Isidório com 2%, Cezar Leite e Lídice da Mata com 1% cada. Outros somados ficam com 3%. Brancos e Nulos somam 18%. Não souberam ou não opinaram com 60%.

O Instituto Real Time Big Data ouviu 1.000 entrevistados, entre os dias 8 e 10 de setembro. Com uma margem de erro de 4 pontos percentuais, a pesquisa tem nível de confiança de 95%. Ela foi registrada com o número BA 04134/2020.

Por Bnews